NOSSO APOIO AO DR SANTIAGO É O PRIMEIRO PRÉ-CANDIDATO A PRESIDENTE DA OAB-PA

E-mail Imprimir PDF

SANTIAGO É O PRIMEIRO PRÉ-CANDIDATO A PRESIDENTE DA OAB-PA

Edilson Santiago: credibilidade da OAB no
Estado do Pará precisa ser resgatada

O Advogado Criminalista Edilson Santiago está disposto a concorrer ao posto de presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Pará, no pleito de novembro deste ano.

Sua condição de pré-candidato foi confirmada pelo próprio Santiago, ao responder por e-mail a uma indagação do Espaço Aberto, sobre se tinha procedência a informação de que ele vinha sendo cogitado para disputar a presidência da OAB-PA.

“Como um bom e velho soldado, não fujo d'uma missão coletiva de trabalhar novamente em prol da nossa classe, com apoio de todos, numa tentativa de soerguer de forma coletiva o nosso bom e velho ‘Casarão’”, respondeu Santiago, ao final de mensagem eletrônica na qual expõe suas preocupações com o desgaste moral e com o abalo financeiro que, segundo ele, estão devastando a respeitabilidade da instituição no Pará.

O nome de Santiago – que em novembro de 2011 chegou a fazer uma solitária greve de fome, em protesto contra as turbulências políticas que OAB do Pará enfrenta desde meados do ano passado- está sendo lançado pelo advogado Osvaldo Serrão - um dos maiores criminalistas do Estado - e um grupo de advogados que não apenas atuam na área Criminal, mas que representam outros segmentos da Advocacia paraense.

 

A seguir, a íntegra do e-mail de Santiago.

-------------------------------------------------------------

 

Efetivamente, nos últimos meses tenho sido provocado, no bom sentido e incentivado por vários colegas advogados das mais variadas especialidades do direito, para submeter meu nome ao pleito eleitoral que se realizará em novembro de 2012 e elegerá o novo presidente da OAB-PA.

Tenho recebido estes "chamados", muitas das vezes até insistente, talvez pela compreensão que os nossos colegas tiveram do trabalho que executei quando exerci com muita determinação, independência e humildade a Presidência da Comissão de Defesa de Direitos e Prerrogativas da OAB-PA.

De forma combativa e aguerrida, mas acima de tudo na defesa intransigente dos nossos direitos e de nossas prerrogativas. Inclusive a tornando uma das avançadas e respeitadas Comissões de Prerrogativas das OABs de todo o Brasil.

Isso tudo fruto de um trabalho coletivo, sério, transparente e agregador de mais de 50 colegas advogados e advogadas que comigo se juntaram por livre e espontânea vontade, mas acima de tudo com o espírito de mudança na defesa dos nossos direitos e prerrogativas.

E eu tive o imenso prazer de coordená-los.

No que culminou com a elaboração da 1ª Cartilha de Defesa de Prerrogativas dos Advogados Paraenses.

Exerci tal cargo por mais de 01 ano e meio. E ao deixá-lo, tive a grata satisfação de receber mais 300 e-mails de elogios e agradecimentos dos colegas advogados paraenses bem como de várias Seccionais da OAB de todo o Brasil, pelo trabalho que firme e seguro desenvolvemos em prol da nossa classe.

E estes, eu os guardo com muito carinho e honra principalmente como "honorários recebido" pelo trabalho desenvolvido.

Pois como é sabido por todos: todo e qualquer cargo exercido no âmbito do sistema OAB é exercido de forma gratuita. Pelo menos é o que consta no Estatuto da Advocacia!

Caro Paulo, hoje a nossa Veneranda OAB-PA se encontra numa situação muito delicada e fragilizada, frente aos seus integrantes, e mais principalmente frente à sociedade paraense e brasileira.

Hoje a nossa OAB-PA, pelo que tenho ouvido falar de vários colegas, se acha severamente abalada financeiramente e mais grave ainda é a sua credibilidade moral frente à Sociedade.

Não vou aqui tecer aqui comentários sobre os dois quesitos anteriores. E que levaram ao estágio em que se encontra. Não!

Até porque penso e acredito que todos os advogados paraenses neste momento devem se unir num projeto coletivo urgentemente, arregaçar as mangas e buscar a saúde financeira e moral da nossa OAB-PA.

Afinal a OAB-PA é de todos nós!

E ninguém pode estar acima da nossa OAB-PA!

Tenho em mente que a financeira não será problema de longo prazo.

Creio que numa gestão exercida seriamente e com profissionalismo, rapidamente resgataremos o abalo financeiro.

Mas tenho muita certeza que o abalo moral, este não será resgatado em uma gestão. Levaremos algum tempo para que a sociedade volte a entrar, suplicar e acreditar naquele velho, histórico e combativo "Casarão".

Deve a nova OAB/PA, em sua nova gestão se pautar mais seriamente nas suas atribuições de defesa e aperfeiçoamento dos advogados que a integram e que contribuem com suas anuidades.

Dar mais vida àquele belo e confortável espaço ocupado pela ESA/PA.

Ali deve ser o foco de engrandecimento e fortalecimento cultural/político e dinâmico da advocacia paraense.

Principalmente junto aos advogados iniciantes. A quem cabe a nossa Ordem defendê-los com mais zelo, dignidade e atenção, principalmente no tocante à defesa de suas prerrogativas e sua capacitação profissional.

Justamente pela péssima e má formação profissional dos cursos de Direito em nosso estado e nosso país.

Exatamente como, por exemplo, ocorre com a OAB-SP, com a realização quase diária de grandes e proveitosos cursos de aperfeiçoamento. Inclusive de pós-graduação a preços que suportem no bolso da maioria dos advogados paraenses.

Discutir causas e ações que engrandeçam a nossa classe frente o Avanço das Tecnologias de Comunicações, no âmbito dos processos judiciais, que hoje o nosso Judiciário, esta implementando e os advogados estão literalmente a verem navios.

Com a mesma desculpa de sempre que não tem recursos para acompanharem tais demandas. Isto um dia deve acabar!

O avanço tecnológico está aí, e não permite desculpas de quem não o acompanha!

Enfim, deve perseguir junto à classe tantas e tantas ações que a beneficie e resgate o orgulho de pertencer a nossa OAB/PA.

Caro Paulo, estou sabendo que o Dr. Osvaldo Serrão e um grupo de Advogados estão se mobilizando e articulando não só junto aos advogados criminalistas, mas também junto aos vários segmentos da advocacia paraense.

Para o lançamento do meu nome junto à classe para candidato ao pleito de novembro próximo a Presidência da OAB/PA.

Sobre esta ideia, como você mesmo conceitua, tenho a dizer-lhe que fico muito grato pelo reconhecimento do nosso trabalho e principalmente pela consideração fraterna e desinteressada do Dr. Osvaldo Serrão e seu Grupo.

Que por sinal, pela experiência, serenidade e equilíbrio, o Dr. Osvaldo Serrão ainda tem muito a colaborar também de forma desinteressada com a hoje nossa frágil OAB/PA e com os advogados paraenses.

E por derradeiro, digo-lhe que, assim como o nosso nome está sendo ao menos cogitado, temos em nosso quadro de advogados paraenses grandes e sérios nomes também para esta tarefa hercúlea de soerguer financeira e moralmente a nossa casa, a nossa OAB/PA.

Mas também tenho a dizer-lhe, que como um bom e velho soldado não fujo d'uma missão coletiva de trabalhar novamente em prol da nossa classe, com apoio de todos, numa tentativa de soerguer de forma coletiva o nosso bom e velho "Casarão".

Sem mais para o momento, com um forte e fraterno Abraço,

Edilson Norões Santiago

Advogado Criminalista

 

FONTE: BLOG “ ESPAÇO ABERTO” DE 09/02/20112

 

Pesquisa

Links

Newsletter

Receba nossos informativos: