A MENTIRA E O DELINQUENTE

E-mail Imprimir PDF



* Roberto Parentoni - Advogado Criminalista

O Juiz Souza Neto, que nos anos 50 foi o presidente do 1º Tribunal do Júri do Rio de Janeiro, magistralmente afirmou em seu livro A Mentira e o Delinquente :

“Não há um princípio de filosofia, uma dogma de moral, um cânone de religião, um postulado de bom senso, uma regra jurídica, que autorize um pronunciamento condenatório na dúvida. Justifica-se, pois, a assertiva de João Ramalho: ‘Sem prova plena e
verdadeira, a condenação será sempre uma injustiça e a execução da sentença uma violência.’A justiça só vive da prova. Só o arbítrio se alimenta do monstro da presunção. A dúvida é a certeza dos loucos. Êstes são julgados, não julgam”.

___

Fraternalmente...

Roberto Parentoni

www.parentoni.com

 

Pesquisa

Links

Newsletter

Receba nossos informativos: